Museus e Arte

A Sagrada Família nas Escadas, Poussin, 1648

A Sagrada Família nas Escadas, Poussin, 1648

A sagrada família nas escadas é Nicolas Poussin. 68,7x97,8

Nicolas Poussin foi inspirado na antiguidade, na arte de Rafael e Ticiano. Com suas obras, ele tentou trazer uma restrição clássica, estrita, pura e brilhante luz ao estilo barroco cerimonial predominante.

A sagrada família está localizada na escadao que é irreal, existe em outro espaço extraterrestre e as imagens irradiam harmonia e calma, beleza contemplativa. No centro da composição, há uma ênfase em uma maçã esticada ao bebê Jesus pelo pequeno João. Maria segura o Filho, ao demonstrá-lo e protegê-lo, ela é um pilar e uma barreira sagrados. Cristo alcança seu primo, João Batista, cuja mãe, Santa Isabel, O contempla. A figura da Madona é equilibrada por São José sentado à sombra, uma porca brilhante cai apenas no pé da perna esticada.

Há muitos elementos alegóricos na imagem, que à primeira vista parecem aleatórios: a cesta de frutas apresentada à Sagrada Família simboliza a fertilidade terrestre, as laranjeiras - a expiação dos pecados e o início de uma nova vida. Ao lado de São José - um vaso clássico - um lembrete da Grécia antiga e um caixão que simboliza os presentes dos magos orientais. Parece que a imagem aumenta. Essa impressão é criada graças às verticais persistentes e às linhas horizontais sublinhadas dos degraus de pedra - da primeira às colunas e balaustradas do pórtico, abertas ao céu sem fim.


Assista o vídeo: SAGRADA FAMÍLIA DE BARCELONA - MAISA (Setembro 2021).